RodrygoFerraz.com.br
Início » , » Atraso no calendário escolar é motivo de preocupação dos estudantes da rede municipal em Sitio do Quinto-BA

Atraso no calendário escolar é motivo de preocupação dos estudantes da rede municipal em Sitio do Quinto-BA

Publicado por Rodrygo Ferraz em quarta-feira, 12 de março de 2014

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação diz que a carga horária mínima anual é de 800 horas distribuídas por um mínimo de 200 dias de efetivo trabalho escolar. Um aluno só pode passar para a outra série se tiver o mínimo exigido: 75% dessa carga horária. Por esse motivo alunos da rede municipal temem uma nova greve dos profissionais da educação ante do inicio das aulas, comprometendo o calendário escolar.
A redação do Sitio News entrou em contato por telefone com o Secretário Municipal de Educação Moisés Carvalho, que se pronunciou sobre a situação dos alunos e a respeito dos planos para não deixar atrasar ainda mais o calendário escolar prevista para iniciar próximo dia 17 segunda-feira próxima.
As aulas no município de Sitio do Quinto, que segundo o Secretário deveriam ter sido iniciadas no ultimo dia 16 de março, mas com os atrasos nas reformas de algumas unidades escolares, não foi possível na data prevista. Em precário estado de conservação, alguns dos colégios do município estão passando por reforma com previsão para segunda-feira 17 inicio das atividades letivas da rede municipal.
ATRASO NO CALENDÁRIO ESCOLAR EM FUNÇÃO DE GREVE NACIONAL:
A CNTE convoca mobilização nacional para os dias 17, 18 e 19 de março. Trabalhadores em educação vão parar o Brasil para exigir o cumprimento da lei do piso, carreira e jornada, investimento dos royalties de petróleo na valorização da categoria, votação imediata do Plano Nacional de Educação, destinação de 10% do PIB para a educação pública.
Perguntado sobre a possibilidade de mais uma paralisação dos profissionais de ensino o secretario falou que ficou acordado em reunião com os professores que devido atraso no calendário não vão aderir a paralisação nacional, mas também não descartou a possibilidade de alguns atenderem o chamado e paralisar as atividades. “Caso alguns decidam por paralisar, desde já fiquem sabendo que não é legal, pois os salários foram pagos hoje (11), e mesmo com a alteração no calendário, não haverá prejuízo na carga horária”. Afirmou Moisés.
Procurado pela nossa redação o presidente do Sinserpub Evandro de Santana, afirmou que não esta descartada a possibilidade de mais uma greve prevista para os próximos dias. Segundo ele o prefeito Cleigivaldo Carvalho, não vem cumprindo nenhum dos acordos firmados com a entidade com relação ao 1/3 de férias e os retroativos acordados pagar em 3 parcela que segundo Evandro, o prefeito não honrou e não pagou nem uma das parcela vencidas. “O prefeito não ta nem ai para os problemas da administração e já completou 71 dias sem pisar na prefeitura”. Comentou Evandro.
A preocupação de muitos pais e estudantes é com o calendário que está atrasado e temem novas paralisações com novas greves, alem de ser um ano atípico por ser ano eleitoral e ano de Copa do Mundo. Em 2014, as escolas terão recesso durante o período dos jogos. 
Sitio News
Compartilhe este artigo :

Horóscopo

Siga-me no instagram

Visitantes onlines

Publicidade

As mais acessadas