RodrygoFerraz.com.br
Início » » Gravação com denúncias de ambientalista é entregue à polícia

Gravação com denúncias de ambientalista é entregue à polícia

Publicado por Rodrygo Ferraz em sábado, 22 de março de 2014


Um áudio com as denúncias feitas pelo ambientalista Ivo Barreto do Couto Filho, 48 anos, na Assembleia Legislativa da Bahia, horas antes de morrer, foi entregue, ontem, à Secretaria da Segurança Pública.

A gravação foi colocada à disposição da Polícia Civil durante uma reunião entre membros da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia e o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, ontem pela manhã, no CAB.

Além do áudio, um pen-drive de Ivo também foi juntado ao inquérito que apura o crime, ocorrido na tarde de quarta-feira, quando a vítima foi baleada quatro vezes na cabeça, em Nazaré, onde tinha um estacionamento.

Pela manhã, Ivo participou de uma reunião da comissão, onde fez denúncias contra a indústria química Cristal (antiga Millenium) e outras empresas. “Entregamos um áudio e um documento contendo a descrição. Ele disse que mergulhou e fez filmagens da poluição no litoral norte com prejuízo também aos pescadores. Já o pen-drive ninguém abriu”, disse o vice-presidente da comissão, deputado estadual Marcelino Galo (PT). A assessoria de Comunicação da SSP informou que só vai se pronunciar após a conclusão da investigação.

A delegada Mariana Ouais, da 3ª Delegacia de Homicídios (Baía da Todos os Santos), responsável pela investigação, afirmou que, ontem, foram colhidas “declarações externas”, mas não deu detalhes sobre quem foi ouvido e onde. Um dia após o crime, a delegada ouviu a viúva, Isabel Couto, e um funcionário do estabelecimento, que presenciaram o assassinato.

Na quinta, a Polícia Civil informou que vai intimar os responsáveis pela Cristal e os demais empresários que foram alvos de denúncias do ambientalista. Participaram da reunião com Barbosa, o presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia, deputado Leur Lomanto Jr, o delegado-chefe da Polícia Civil, Hélio Jorge, e o diretor do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Jorge Figueiredo.

As informações são do Correio.
Compartilhe este artigo :

Horóscopo

Siga-me no instagram

Visitantes onlines

Publicidade

As mais acessadas