RodrygoFerraz.com.br
Início » » Empresário que teria chamado Márcio Victor de ‘favelado’ é encontrado morto em Inhambupe

Empresário que teria chamado Márcio Victor de ‘favelado’ é encontrado morto em Inhambupe

Publicado por Rodrygo Ferraz em terça-feira, 22 de julho de 2014

A policia apreendeu um menor suspeito do crime que praticou usando uma faca.

Márcio Victor acusou o empresario de racista, mas amigos de Luizão disseram que foi um mau entendido por parte do cantor.

Foi sepultado na tarde desta terça-feira (22), na cidade de Inhambupe, no nordeste baiano, o empresário Luiz Antonio de Souza Santos, dono da Paletizar Indústria e Comércio de Embalagem Ltda, empresa com sede na zona rural do município. “Luizão”, como era popularmente chamado na cidade, foi encontrado morto dentro de casa, por familiares por volta do meio dia de segunda-feira, 21. A Delegacia de Polícia da cidade não atendeu aos telefonemas do Bahia Notícias para falar sobre a causa da morte.

Segundo o BN a vítima ficou conhecida após polêmica com o cantor Márcio Victor, durante o Carnaval de Salvador, em 2011. Luizão teria chamado o cantor da banda Psirico de “preto” e “favelado”. Na época, pessoas ligadas ao inhambupense disseram que ele apenas teria feito um sinal com a mão, em desaprovação às brigas na rua, durante a passagem do trio da banda de pagode.

Confira abaixo o vídeo em que o cantor acusa o empresário de discriminação racial em frente a um camarote.

Segundo o Site Aragão Noticias, o empresário Luiz Antonio que tinha 46 anos, foi encontrado morto dentro de sua residência, a golpes de faca. Feito o levantamento cadavérico, a equipe do SI ao comando do delegado Augusto Saldanha passou a apurar as informações, e logo na tarde do dia do crime, um menor já havia sido apreendido, e confessado a autoria do delito, sendo lavrado o Auto de Apreensão.

A apreensão do menor ficou em sigilo para não atrapalhar as investigações, e nesta terça (22), foi encontrado na casa do autor o celular da vítima, e em um matagal próximo da rodoviária um aparelho Stand Alone, onde são armazenadas as imagens do circuito interno de segurança, ora furtado também pelo autor, no sentido de dificultar as investigações.

O menor contou a autoridade policial, que a motivação para o homicídio, seria porque Luizão queria manter relações sexuais com ele, e não houve a permissão, culminando com o fato. O infrator foi encaminhado ao DPT de Alagoinhas para fazer exames de corpo delito.

Informações BN e AN/ Foto do Blog David Gouveia
Compartilhe este artigo :

Horóscopo

Siga-me no instagram

Visitantes onlines

Publicidade


As mais acessadas