RodrygoFerraz.com.br
Início » » 'Rui deve terminar a eleição com 5%', prevê Geddel

'Rui deve terminar a eleição com 5%', prevê Geddel

Publicado por Rodrygo Ferraz em quarta-feira, 23 de julho de 2014

Foto: Max Haack / Agência Haack / Bahia Notícias

O candidato ao Senado da chapa de Paulo Souto (DEM), Geddel Vieira Lima (PMDB), previu, em discurso na inauguração do comitê da coligação "Unidos pela Bahia", na noite desta quarta-feira (23), que o adversário Rui Costa (PT) deverá ganhar apenas 5% dos votos nas urnas em outubro. O peemedebista fez uma projeção com base na pesquisa eleitoral divulgada minutos antes do evento, que aponta Souto com 42% das intenções de voto e Rui, 8%. “Ainda que a gente saiba que tem que encarar a pesquisa com toda humildade e saiba que tem que trabalhar muito, eu faço uma contazinha que aprendi na escola. Se em 60 dias, ele caiu um ponto, temos mais 60 para terminar a eleição, ele deve cair um. Se tornar-se conhecido, vai cair mais dois. Ele deve terminar a eleição com 5%”, contabilizou. O peemedebista relaciona a queda da avaliação do petista, que em maio tinha 9%, ao fato de ele ter se tornado mais conhecido. “Na medida em que as pessoas forem entendendo que o candidato do governador é sócio, é cúmplice, é corresponsável pela falência da Segurança Pública”, sugheriu Geddel, que também criticou a falta de construção de barragens e os problemas na saúde da gestão estadual. O postulante do PMDB desafiou ainda deixar o pleito se a chapa situacionista disser “quais foram os cinco hospitais que eles começaram no início e foram até o fim”. “Não foram, não fizeram, estão pegando carona naquilo que Paulo Souto deixou quase pronto”, afirmou. Ele ainda acusou a administração de Jaques Wagner de querer “criar dificuldade articificiais” para a prefeitura de Salvador. “Cria uma tal de Entidade Metropolitana só porque o prefeito [ACM Neto] teve a coragem de fazer o que deveria ter sido feito há muito tempo, que é fiscalizar a Embasa para que não saia esburacando aquilo que, com dinheiro suado da sociedade, a prefeitura terminou de realizar”, apontou. Na sua disputa pelo Congresso, Geddel lidera com 34%, seguido de Otto Alencar (PSD), 17%, e Eliana Calmon (PSB), 5%. Hamilton Assis (PSOL) e Idalba Marins (PRTB) obtiveram 1%. Brancos e nulos somam 19% e 23% não sabem ou preferiram não responder.

BN
Compartilhe este artigo :

Horóscopo

Siga-me no instagram

Visitantes onlines

Publicidade


As mais acessadas