RodrygoFerraz.com.br
Início » , » Adustina-BA: Sindicato dos Trabalhadores Rurais realiza 1° Seminário sobre o uso de Agrotóxico na região

Adustina-BA: Sindicato dos Trabalhadores Rurais realiza 1° Seminário sobre o uso de Agrotóxico na região

Publicado por Rodrygo Ferraz em sábado, 1 de agosto de 2015

O Evento aconteceu no dia 31/07/2015 e contou com a participação de mais de 100 pessoas, prevê uma discussão com agricultores sobre o uso desordenado dos agrotóxicos, tendo participação do poder publico da cidade, entre eles, Secretario de agricultura, secretário de saúde, vereadores e professores. Também a participação de organizações da sociedade civil como Pastoral Rural, ARCAS, AECFARCIDA, MPA, entre outras organizações locais e regionais.

Para Patrik, Presidente do STR, “a discussão prever a prevenção e a defesa do direito a vida, não a punição dos agricultores nem muito menos a agricultura do município”.

ARCAS com sua equipe tem a oportunidade de expor números de consumo de agrotóxico por pessoa além da quantidade de pessoas infectadas por região e destacar as alternativas da produção agroecológica sustentável. Zé Domingos Vereador do município de Cicero Dantas que a convite participou do evento e deu sua contribuição como defensor do meio ambiente e alerta a população para as consequências com o uso do veneno.

Foram por meios de mesa redonda, discussões, vídeos, debates entre palestrantes e agricultores que o evento contemplou o anseio da população no combate desordenado de agrotóxicos que não respeita a legislação vigente perante a população da cidade e região.

Estudantes de Agronomia da Faculdade Ages também marcaram presença e expressaram-se sobre o assunto. Cris da cidade de Frei Paulo, é a favor do uso de agrotóxico, mas que seja aplicado de forma correta, tudo dentro dos parâmetros.

Para Adailton (MPA) e Manequinha, torna se possível assegurar o acesso a serviços água limpa e tratada, ar puro, serviços médicos, proteção ambiental, segurança e educação relacionados ao rendimento ou riqueza da sociedade. De modo que, o processo de desenvolvimento gere crescimento estável com equidade de renda e diminua as diferenças entre os níveis daqueles que tem tudo e os que não têm nada.

PARA REFLETIR: 

“Cuidar da terra para manter a terra, cuidar da vida para manter a vida” Adriana Sá – projeto Sementes ARCAS.

“A ação do homem gera a vida, e gera a morte. O homem ta promovendo a morte!” Manoel Batista – Manequinha - Agricultor.

“Devemos usar a força para preservar a vida” Rodrigo, Secretário de saúde.

“como podemos pensar na vida dos nossos filhos se a agricultura esta comprometida?” Sandra, Gerente banco do brasil

“Estamos vivendo com o veneno dentro da panela”. Claudio - Secretário da vigilancia sanitária do município.

Com informações da Arcas

Acompanhe o Rodrygo Ferraz também pelo Twitter™ e pelo Facebook.
Compartilhe este artigo :

Horóscopo

Siga-me no instagram

Visitantes onlines

Publicidade


As mais acessadas