Publicidade


Notícias de Última Hora

Parabéns Adustina: 27 anos de história!

É verdade, há cerca de 27 anos atrás, precisamente no dia 5 de abril de 1989, nascia a "Princesinha do Sertão" como é conhecida pela população Adustinense. Organizamos uma singela homenagem para comemorar mais 01 ano da emancipação política de Adustina.

Veja agora um pouco da história e possíveis fatos históricos relevantes que algumas pessoas talvez não saibam e também um resumo social e cultural de Adustina, que realmente marcou época e ficará para sempre em nossa lembrança. Vamos fazer esta viagem ao passado juntos...

Visão aérea da cidade de Adustina-Bahia 

Na época, iniciou-se a povoação da região através dos fazendeiros que se instalaram aqui, firmando o nome de Queimada, a qual pertencia a Paripiranga-BA. Conforme o costume de época, o nome da cidade era colocada baseado no Padroeiro do lugar, onde logo depois, passou a se chamar Bomfim do Coité; e enfim passou a se chamar Adustina, que significa “Terra fértil”, da origem latina, nome este dado pelo professor Francisco de Paulo Abreu. A importância da cidade para o Estado da Bahia, tendo como principal fonte de economia, a agricultura, contribui grandemente para a exportação de feijão e milho.

Citando agora o Marco Zero, que foi na praça Antônio Barros foi onde tudo iniciou, desde a povoação de Queimadas que nasceu em 4 de setembro de 1910, constituindo-se assim um aglomerado de casas simples, em volta de uma pequena capela. Esta praça, antigamente era chamada popularmente como Rua Velha, sendo até hoje adotado esse nome por alguns munícipes, por ser considerada a primeira rua da cidade.

Praça Antônio Barros, conhecido popularmente como Rua Velha.
PRINCIPAIS FATOS:
1857 – Instalação dos fazendeiros, principalmente os Garcias D’Ávila e os Dantas Paz.
1905 – Construção da Capela e de um cemitério Por Justino C. Andrade.
1908 – O Padre João de Matos Carvalho, desentende-se com Justino Correia de Andrade devido o documento da capela.
1909 – Padre João de Matos, reúne a comunidade e motiva a construção de outra capela.
1910 – A capela é construída e doada por José de Souza e Antônio de Barros, sendo celebrada a 1ª missa no dia 04/09/1910.
1914 – (22/10) Publicação em um jornal de Salvador a suspeita de ameaça para ser invadida e destruída a localidade de Adustina o que não aconteceu por intervenção do Padre João de Matos.
1915 – Expansão da povoação de Adustina, contando nesta época com 200 casas.
1938 – É elevada a categoria de Distrito com o nome de Bonfim de Coité pela Lei Estadual nº 11.089, de 30 de novembro de 1938. Década de 1960 expansão do povoado e construção de açude público pelo DENOCS.
1980 – Inicia-se a mecanização e investimento da agricultura pelo Banco do Brasil.
1988 – Preparação para o Plebiscito de Adustina.
1989 – Passa ser Município sob a Lei nº 4.851, de 05 de abril de 1989.
1990 – Instalação do novo Município.

QUANTO A RELIGIÃO:

Capela da doação de Antônio José de Souza (1910), hoje atual Praça Antônio Barros, popular Rua Velha

Justino Vieira ajudado pelos seus filhos incluindo José Vieira decidiram fazer por conta própria a
capela em sua propriedade, com o intuito de promover missas em 1905.

Nova Igreja Católica de Adustina, cuja a construção foi iniciada em 1977- (fotografia de 1989)

Antigamente as missas eram realizadas sem o teto da Igreja.

O grupo do penitentes foi fundado por João Gonzaga, e era formado por cinco pessoas, mas com o tempo, esse número foi aumentando, onde hoje existem mais de 12 membros efetivos no tradicional grupo.


PRINCIPAIS RUAS:

Antiga Praça Ruy Barbosa, hoje Maria José de Jesus, localizado na Praça do Banco do Brasil

Praça Maria José, em frente ao comércio de Maristela

Atividades Econômicas

1. Pecuária: A criação de gado é bem desenvolvida, apresentado tipos selecionados pela a raça nelore, zebu, mestiço, além de suínos, muares e caprinos.

2. Agricultura: A agricultura começou a modernizar-se com a entrada de capital financeiro governamental, desenvolvendo as monoculturas de feijão e milho, plantando-se ainda algodão, mandioca, abóbora entre outros. Atualmente prevalece maior produção de milho.


AÇUDE PÚBLICO DE ADUSTINA


Foi construído em 1964, com a finalidade de suprir as necessidades da população da região provocada pelas secas constantes. Sua obra durou cerca de 10 anos, tendo muitos trabalhadores da nossa cidade empenhados no trabalho e construção, bem como também pessoas de toda a região envolvidas neste processo, um deles foi o senhor Gilvan Pinho que trabalhou desde o seu inicio até o fim, quando da conclusão da obra.

A construção desse açude proporcionou diversos benefícios para a população, principalmente os que moravam próximos a ele, como: a vinda de peixe para a pesca, na sua margem foram criados lotes controlados pelo DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra a Seca), sendo também de fundamental importância para o desenvolvimento da agricultura e distribuídos à pessoas da região. Em decorre da seca nos últimos anos o açude perdeu toneladas de peixes que eram criados em gaiolas. O fato virou notícia e foi parar nos principais jornais do país.

EDUCAÇÃO:
Quando falamos em Educação não poderíamos jamais esquecer a Professora Deijanira, ilustre educadora que marcou na vida de dezenas de Adustinenses em suas respectivas fases escolares.



FESTAS POPULARES
1ª MICARETA REALIZADO EM ADUSTINA

Trajado de camisas listradas, o bloco desfilava nas ruas da nossa cidade, distribuindo alegria e contagiando toda a população. (Final da década de 80).


CALENDÁRIO DE EVENTOS 

Já fazendo parte da história esportiva recente e é lógico não poderia ser esquecido graças a sua importância e representatividade recente, em 14 de Janeiro sempre acontece no campo de futebol de Adustina, o grande encontro do futebol BAIANOS X PAULISTAS. Este Projeto tem como objetivo, recordar o passado e promover a confraternização entre os que vivem em nosso município e aqueles que deixaram a "terrinha" natal. O evento já virou tradição em nosso município.


Falando em Festa, o maior evento na cidade sem dúvida nenhuma é a festa de janeiro tradicionalmente realizada nos dias 14, 15 e 16 em homenagem ao seu padroeiro Senhor do Bonfim. Pela manhã acontece à tradicional Alvorada, com queima de fogos, banda de pífanos percorrendo as principais ruas e avenidas da cidade.


Pela noite acontecem festas com bandas. Aqui já passaram artistas de nomes nacionais e internacionais como: Amado Batista, Caviar com Rapadura, Saia Rodada, Rick e Renner, Calcinha Preta, Luiz Caldas, Mastruz com Leite, Reginaldo Rossi, Lairton dos Teclados, Leonardo, Bruno e Marrone, Cesar Menotti e Fabiano entre outras.

Vários nomes já foram implementados para a nomenclatura oficial da festa de janeiro pelos diversos gestores: Festa Senhor do Bonfim, Adustina Folia e atualmente se chama Adustina Fest.

Público recorde no grande Show do Amado Batista no ano de 2006 no Adustina Fest

Outro evento de tradição no município é a festa dos tratoristas, festa essa criada pelo Sr. Osman Ferreira de Santana, em homenagem aos grandes heróis da terra. Esta festa acontece nos dias 30 e 31 de maio.


O Arraiá do Itamar é realizado na Escola Municipal Itamar Franco, localizado na Avenida José Joaquim de Santana. A programação do evento conta com shows de bandas, apresentações de quadrilhas, casamento de tabaréu, gincanas, entre outras. O arraiá do Itamar é realizado geralmente no mês junino. A festa encontra-se atualmente desativada por motivo de força maior.


A festa do Açude público do Bom Jesus dos Navegantes, criado pelo antigo chefe do açude, já falecido, o Sr. Gilvan Pinho. Nesta festa, há uma procissão de barcos carregando o seu padroeiro Bom Jesus e missa campal na capela. A festa do açude acontecia entre os dias 20, 21 e 22 de outubro, mas, atualmente a festa está desativada, por motivo de força maior.


EXECUTIVO:

Antônio Gomes de Santana (Tonho de Salú) - Manoel Vieira de Santana (Bebé) - José Aldo Rabelo de Jesus (Zé Aldo) - Adustina teve a frente da administração da cidade somente três gestores durante esses 27 anos de emancipação.


LEGISLATIVO:


A Câmara de Vereadores de Adustina atualmente possui 09 Parlamentares. Os Vereadores da gestão atual são: Orlâncio, Paulo Ségio, Gilton Rabelo, Leoní, Presidente da câmara: Vereador Gilberto Soldado, Gil Duarte, Selma Enfermeira, Antônio Vieira e Gisélia.

Confira mais algumas imagens históricas:

Antônio Gomes de Santana, ACM e Manoel Vieira de Santana.

Construção da Secretaria da Educação onde hoje está localizado a Prefeitura Municipal de Adustina.


Família Barros

Praça Antônio Barros


Os shows antigamente eram realizados em um palanque de madeira.

Construção da Escola Estadual Castro Alves

Aniversário de Adustina: I Amostra Interdisciplina Cultural (AMIC) no ano de 2008

Educação e sua semana pedagógica

Última procissão da Festa do Bom Jesus dos Navegantes

Procissão no Açude de Adustina

Público recorde no show de Amado Batista

Prefeitura Municipal de Adustina e Secretaria de Educação

Praça da Igreja Matriz

Um forte abraço e Viva Adustina!!!
PARABÉNS A TODOS OS ADUSTINENSES!!!

Acompanhe o Rodrygo Ferraz também pelo InstagramTwitter™ e pelo Facebook
Parabéns Adustina: 27 anos de história! Parabéns Adustina: 27 anos de história! Reviewed by Rodrygo Ferraz on 4/05/2016 Rating: 5