Publicidade


Notícias de Última Hora

Poucas e Boas no município de Heliópolis/BA

Mais um candidato em Heliópolis: Quem agora está divulgando o seu nome para pré-candidato a prefeito é o professor Quelton Almeida. Num textão divulgado nas redes sociais, o ex-secretário de educação se coloca como alternativa para ser o candidato do grupo de Ildinho. Ele é filiado ao PDT. Se Tiago Andrade for mesmo para o partido, quem tem dois tem um, quem tem um não tem nada!

Daniel Almeida rifado em Heliópolis: No artigo que fiz sobre a adesão da oposição de Heliópolis a Ricardo Maia, disse que Fátima Nunes e Nelson Leal tinham sido rifados, mas não é bem assim. Ricardo Maia, prefeito de Ribeira do Pombal, sairá para deputado federal, onde o espaço está bem menos engarrafado em candidaturas. Com o fim das coligações, os partidos devem apresentar candidaturas significativas. O senador Otto Alencar sabe o que faz. Quem está rifado, na verdade, é Daniel Almeida. A cláusula de barreira foi uma facada no PCdoB, só elegendo 8 parlamentares. Perdendo municípios assim, os comunistas vão encolher ainda mais e a oposição em Heliópolis perderá mais um aliado.

Pesquisas e Pesquisas em Heliópolis: Há uma confusão terrível com algumas pesquisas que rolaram na cidade. Uns dizem que foi um ex-prefeito quem mandou fazer. Como o resultado não foi aquilo que ele esperava, jogou-a na lata do lixo. Outros dizem que foi o deputado Nelson Leal para ver onde estava se metendo. Por fim, recaiu sobre Ricardo Maia, prefeito de Ribeira do Pombal, a autoria dessa tal pesquisa. Nesse caso, para ele, foi positivo. Já sabe com quantos paus fará sua canoa... e torcer para ela não virar. Segundo informações, o prefeito pombalense teria feito pesquisa em cinco municípios da região. 

Simples assim! Tão simples também é a discussão sobre os frutos obtidos pela oposição de Heliópolis com as constantes reuniões com filiações do vice-prefeito, apoio de Nelson Leal, Ricardo Maia e cia. Valeram a pena? Tudo vale a pena se a alma não é pequena, mas a oposição tem um cabo eleitoral fortíssimo. O nome dele é Beto Fonseca, secretário de governo e filho do prefeito Ildinho. Como o grupo desapareceu, como não há reuniões e as decisões são tomadas por ele, por ele e mais ele, fica a coisa mais ou menos dependendo do sua expertise política. Se acertar, vira o chefão, o grande líder. Se errar, todo o grupo pagará com a derrota. Simplíssimo! Do Landisvalth Blog

Acompanhe o Rodrygo Ferraz também pelo InstagramTwitter™ e pelo Facebook
Poucas e Boas no município de Heliópolis/BA Poucas e Boas no município de Heliópolis/BA Reviewed by Rodygo Ferraz on 6/18/2019 Rating: 5

Nenhum comentário