RodrygoFerraz.com.br
Início » » Ex-deputado Pedrinho Valadares morre após queda de avião que vitimou o presidenciável Eduardo Campos

Ex-deputado Pedrinho Valadares morre após queda de avião que vitimou o presidenciável Eduardo Campos

Publicado por Rodrygo Ferraz em quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Morreu no final da manha desta quarta-feira (13), presidenciável Eduardo Campos, em acidente aéreo ocorrido em Santos.

Além de Eduardo Campos, outras seis pessoas estavam a bordo do avião que caiu em cima de uma casa em Santos, entre eles o sergipano Pedrinho Valadares que era assessor de Campos.

O avião modelo Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, que levava Campos e mais seis pessoas, saiu do Rio de Janeiro com destino a Santos onde o presidenciável cumpriria agenda política. Ninguém sobreviveu ao acidente.

A morte de Eduardo Campos ocorreu conincidentemente no mesmo dia (13) em que morreu seu avô, o ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes, a maior luderança politica do Nordeste e uma das maiores do País, fundador do PSB, partido pelo qual o neto disputava.

A aeronave caiu por volta das 10h. De acordo com o Comando da Aeronáutica, o Cessna 560XL, prefixo PR-AFA,  decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao Aeroporto de Guarujá (SP). Quando se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave.
Marina Silva, vice na chapa de Eduardo Campos, não estava no avião.

O economista pernambucano Eduardo Henrique Accioly Campos, 48 anos, concorria pela primeira vez à Presidência da República. Ele foi governador de Pernambuco por dois mandatos. Também foi ministro da Ciência e Tecnologia, deputado estadual e três vezes deputado federal. Casado, Campos deixa cinco filhos.

Sergipe – A mãe do ex-deputado Pedrinho Valadares e coordenador político para a região Nordeste da campanha de Eduardo Campos (PSB), Laura Valadares, irmã do senador Antônio Carlos Valadares (PSB), soube da notícia da morte do filho 40 minutos depois da queda do avião.

Laura está em estado de choque e toda a família se encontra neste momento em seu apartamento, inclusive o deputado federal Valadares Filho (PSB), que se mostrou muito ressentido com a morte do primo.
Valadares Filho disse que ele e o pai viajam a Recife para o velório de Eduardo Campos e retornam a Aracaju o mais cedo possível para acompanhar a família e participar do sepultamento de Pedrinho Valadares, que ainda não tem local definido.

Campanha – O governador Jackson Barreto (PMDB) e o senador Eduardo Amorim (PSC) suspenderam suas campanhas, em razão da morte do ex-candidato a presidente, assim como a presidente Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB), que disputam o Planalto, em homenagem ao ex-governador de Pernambuco.

Pedrinho Valadares esteve neste final de semana em Aracaju e visitou o candidato a vice-governador Augusto Franco Neto (PSDB) e esteve com Eduardo Amorim, tratando de assuntos políticos. Pedrinho foi colega de Eduardo Campos na Câmara Federal, quando exerceu o mandato de deputado federal.

Antes da campanha, Pedrinho Valadares foi convidado por Eduardo para trabalhar em seu Governo e foi nomeado para a Suape e dava assessoria política ao então Governo de Pernambuco. Deixou o cargo no início da campanha para ser coordenador da região Nordeste, a pedido de Campos.

Veja lista dos mortos no acidente:

Eduardo Campos, candidado à presidência
Alexandre da Silva, fotógrafo
Carlos Augusto Leal Filho (Percol), assessor
Geraldo da Cunha, piloto
Marcos Martins, piloto
Pedro Valadares Neto - Ex-deputado do PSB/SE
Marcelo Lira
Faxaju
Compartilhe este artigo :

Horóscopo

Siga-me no instagram

Visitantes onlines

Publicidade

As mais acessadas