RodrygoFerraz.com.br
Início » , » Vitória da Conquista-BA: Pastora e prima foram mortas a mando de outro pastor, Após igreja perder fiéis

Vitória da Conquista-BA: Pastora e prima foram mortas a mando de outro pastor, Após igreja perder fiéis

Publicado por Rodrygo Ferraz em quinta-feira, 21 de janeiro de 2016


PASTORES-002-1-420x356
A pastora e professora da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) Marcilene Oliveira Sampaio, 38 anos, e sua prima, Ana Cristina Santos Sampaio, 37, foram mortas na noite de terça-feira (19), no município de , no Centro-Sul da Bahia.

De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu por volta das 23h, na estrada de acesso ao município de Barra do Choça.
O mandante do crime seria um homem identificado como Pastor Edmar. Ele foi reconhecido tanto pelo marido da vítima, quanto pelos dois outros suspeitos de participar do crime.
Segundo a polícia, a motivação do homicídio seria uma vingança porque a Pastora Marcilene estaria levando muitos fiéis da igreja do Pastor Edmar.
Pastor Edmar é apontado como mandante do crime
PASTOR EDMAR É APONTADO COMO MANDANTE DO CRIME
Segundo informações da polícia, Marcilene estava acompanhada da prima e do marido, Carlos Eduardo de Souza, 50, quando teve o veículo abordado por dois homens que estavam a bordo de um Versa branco. Um dos suspeitos, Fabio de Jesus Santos, 34, conduziu Carlos ao Versa, onde ele foi espancado várias vezes com uma arma de fogo. Durante o trajeto, o marido da professora conseguiu provocar um acidente e fugir.
Marcilene e a prima ficaram em companhia do outro suspeito, Adriano Silva dos Santos, 36, e de um homem conhecido como Pastor Edmar. As duas mulheres foram então assassinadas por Adriano e pelo Pastor Edmar. Segundo a polícia, as duas foram encontradas com as cabeças esmagadas por pedras.
Pouco depois do acidente, a Polícia Militar conseguiu localizar o Fabio, que alegou ter sido vítima de assalto e por isso estaria na estrada. Ele foi conduzido à Polícia Civil, onde foi reconhecido por Carlos. Após um interrogatório, Fabio confessou que participou da ação e apontou Adriano como participante da ação.
RTEmagicC_pastoramorta_3.jpg
Policiais civis localizaram Adriano que confessou participação no crime e levou os policiais ao local onde as duas mulheres foram mortas. Adriano apontou ainda onde havia deixado sua arma e a camisa usada no momento do crime. A polícia informou também que uma testemunha afirmou ter visto Fabio, Adriano e o Pastor Edmar bebendo em um bar antes do crime.
Em depoimento, Fábio e Adriano afirmaram que o mandante do crime seria o Pastor Edmar. Eles informaram também que as vítimas estavam sendo seguidas.
Em nota, a Uneb informou que se solidariza com familiares e amigos de Marcilene e “registra a expectativa de que a apuração das circunstâncias da morte seja realizada e concluída com celeridade”. Ainda conforme a Uneb, Marcilene era professora do curso de Letras – Língua Portuguesa e Literaturas e ex-diretora do Departamento de Ciências Humanas e Tecnológicas (DCHT) do Campus XX da Universidade, em Brumado.
A Polícia Civil realiza diligências para localizar o Pastor Edmar e obter mais detalhes sobre o crime. Conforme informações do delegado Marcus Vinicius de Morais Oliveira, responsável pelo caso, informou que nenhum dos participantes do crime tinha passagem pela polícia.
As informações são do Correio24Horas

Acompanhe o Rodrygo Ferraz também pelo InstagramTwitter™ e pelo Facebook
Compartilhe este artigo :

Horóscopo

Siga-me no instagram

Visitantes onlines

Publicidade


As mais acessadas