RodrygoFerraz.com.br
Início » , » Conheça um pouco da história do JK Adustinense

Conheça um pouco da história do JK Adustinense

Publicado por Rodrygo Ferraz em sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Saudoso João Kilo.

João Vieira de Andrade Filho, fez parte da história do crescimento de Adustina-BA. Cidadão Adustinense, que deixou um legado, e muitas pessoas com lotes gratuitos no qual construíram sua casa, e uma família dedicada no trabalho, o homem que pensou no desenvolvimento desta terra. João Kilo loteou suas terras na cidade onde a riqueza sempre foi a agricultura. Vendeu a todo preço e doou aos mais necessitados, realizando o sonho do povo, e contribuindo para a expansão. O JK Adustinense. 

Histórico do surgimento de Adustina.

Localizado em uma região de solo fértil, propício para agricultura, iniciou-se, em 1857, como uma pequena povoação de fazendeiros e agricultores, principalmente os Garcias D?Ávila e os Dantas Paz, que exploravam as culturas de milho e feijão.


No ano de 1905, Justino Correia de Andrade construiu uma capela e um cemitério. Padre João de Matos Carvalho e Justino Correia desentendem-se, em 1908, devido a documento referente à capela. 
Em 1909, o Padre João de Matos reúne a comunidade e motiva a construção de uma outra capela, que foi, então, construída e doada por José de Souza e Antônio de Barros, em 1910. A 1ª missa foi celebrada a no dia 04/09/1910.

Em 22/10/1914 foi publicado em um jornal de Salvador (BA) a suspeita de ameaça de invasão e destruição a esta localidade, o que não aconteceu por intervenção do Padre João de Matos. 
Em 1915, ocorre a expansão da povoação, que contava, então, com 200 casas.

Em 1938, foi elevada à categoria de Distrito com o nome de Bonfim de Coité. Na década de 1960, registrou-se novamente a expansão do povoado, e foi construído o açude público pelo DENOCS.


Quando de sua chegada ao Município de Paripiranga, o professor Francisco de Paula Abreu, estudioso do Latim, observando as peculiaridades da região denominou o Povoado de Bonfim do Coité de Adustina, palavra origem latina: adusto = fértil e tina = terra, ou seja, Terra Fértil.

Distrito criado com a denominação de Adustina, pelo Decreto-Lei Estadual nº 11089, de 30-11-1938, subordinado ao Município de Paripiranga. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o Distrito de Adustina figura no Município de Paripiranga.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o Distrito de Adustina permanece no Município de Paripiranga. 

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1988. 
Elevado à categoria de município com a denominação de Adustina, pela Lei Estadual nº 4851, de 05-04-1989, desmembrado de Paripiranga. Sede no antigo Distrito de Adustina. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-06-1989.

Em divisão territorial datada de 1991, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

O ano de 1980 foi marcado pelo início da mecanização e do investimento na agricultura.

Acompanhe o Rodrygo Ferraz também pelo InstagramTwitter™ e pelo Facebook
Compartilhe este artigo :

Horóscopo

Siga-me no instagram

Visitantes onlines

Publicidade


As mais acessadas